Tag Archives: anne hathaway

Mania de Pipoca: Figurinos Que Marcaram

30 abr

Que eu me lembre o primeiro vestido que eu amei em minha vida foi o da Bela de “A Bela e a Fera“, e desde então esse vestido faz parte do meu desejo e imaginário! Ele é lindo e perfeito, um sonho!

Eu sempre soube que amaria vestidos e roupas femininas! E uma das coisas que mais me chamam a atenção são os figurinos no cinema. É a peça importante para uma história passar a veracidade e a magia imprencidíveis ao enredo do filme.

Duvido que uma de vocês não tenha suspirado em cima de todos os looks de Andy Sachs (Anne Hathaway) em “O Diabo Veste Prada”, mas meu coração parou quando vi a cena que em que ela espera o namorado Nate totalmente repaginada, dos pés a cabeça, com franja linda e aquela super bota Chanel, acima dos joelhos, omg quero uma daquelas até hoje!

E “como perder um homem em 10 dias” se você usa um vestido lindo amarelo ouro, de fazer suspirar qualquer macho de plantão?! Andie Anderson (Kate Hudson) sabia realmente como ficar charmosa, com cabelo ondulado e vestido com costas a mostra. Conquistou Ben Barry (Matthew McConaughey) na hora!

Outra inspiração minha vem de um filme que sempre passa na Sessão da Tarde: “Um dia especial” com Michelle Pfeiffer e George Clooney, em que a personagem de PfeifferMelanie Parker sem querer usa um dos looks mais utilizados hoje em dia, camiseta descontraída com alfaiataria!

Mais um vestido amarelo! Parece que vestidos amarelos chamam mesmo a atenção, principalmente a minha. Em “O casamento do meu melhor amigo” o estilo todo perfeitinho de Kimberly (Cameron Diaz), era impecável. Quando ela aparece a primeira vez no filme como a futura esposa de Michael (Dermot Mulroney) ela dá aquele impacto, com um tubinho amarelo e um lenço no pescoço, elegantérrima, deu uma raiva em Julianne Potter  (Julia Roberts) e daria em qualquer uma, saber que seu ex vai casar com uma mulher linda e perfeita!

Summer Finn (Zooey Deschanel)  me fez ser louca por seus looks vintage, em “500 dias com ela“, era uma saia mais linda que a outra, um vestido mais de babar do que o outro. Até mesmo o guarda roupa de Tom Hansen  é inspirador neste filme, contemporanêo e ao mesmo tempo retrô.

Os looks de Holly Kennedy (Hillary Swank) em P.S. Eu te amo, são todos arrumadinhos, cheios de camisas de seda, casacos 3/4, chapéus e boinas maravilhosos, e ninguém no mundo do cinema consegue usar tiaras de um jeito tão fofo como ela. Com certeza uma inspiração de deixar qualquer uma com jeito de boa menina.

E por último, e nem um pouco menos importante, tem umas galochas que me fazem pirar a cabeça, e a protagonista do filme “Maluca Paixão“, Mary Horowitz (Sandra Bullock), não as tira dos pés nunca durante toda a história. Uma personagem tão descontraída só podia mesmo ter um figurino divertidissimo como o dela. Adoro!

Ótima semana pessoal!

Vivianne Becker

Mania de Pipoca: Amor e Outras Drogas

27 mar

 

Eu acho que todo mundo que viu o trailer deste filme deve ter pensado como eu, que era mais um filme de romance, entre um cara que não quer compromisso e uma garota meio romântica. Bom, eu me enganei.

Os filmes estão focando muito em outros assuntos, e as histórias água com açucar para assistir no final de tarde de domingo, estão cada vez melhores.

Amor e Outras Drogas é um filme que fala de doenças, sim, doenças e remédios.

Jake Gyllenhaal faz o papel de Jamie Randal, um vendedor que fica desempregado, mulherengo de nascença, que passa a trabalhar num grande laboratório da indústria farmacêutica, sua função é abordar médicos e convencê-los a prescrever os produtos da empresa para os pacientes. Numa dessas visitas ele conhece Magiee Murdock (Anne Hathaway), uma jovem de 26 anos que sofre de Mal de Parkinson. O problema que le vê pela frente é que ela não quer nenhum envolvimento sério, por causa de sua doença. Ela tem casos esporádicos sem envolver sentimentalidades no meio.  O que, claro, chama a atenção do sedutor Jamie.

E o filme se desenrola nessa luta de sentimentos e personalidade, com uma pitada de humor, num assunto tão sério como o parkinson.

É claro que seus principios para relacionamentos não ficam fortes por muito tempo, e Maggie acaba cedendo ao amor. Contudo, como todo convivio, tudo é super dificil, e o final você confere assistindo a esse show de interpretação de Anne Hathaway, cada dia melhor atriz :)

O papel de Jake é muito interessante também, você vê a mudança de um rapaz com certas ambições se transformar em um homem por um grande amor. Passando por cima de várias barreiras por algo que podia ser só temporário.

O filme termina com uma frase tocante:

“Você encontra milhares de pessoas na vida, e nenhuma delas te toca. Então encontra uma pessoa, e sua vida muda para sempre.”

 

Confira o trailer:

 

Beijos, e ótimo domingão!

Vivi B.