Mania de Pipoca: O Artista

25 mar

Quando eu comecei a assistir este filme, quase desisti, pensei “Deve ser chato ver filme preto e branco, ainda por cima mudo”, causou estranheza,  mas ser ganhador do Oscar pesou muito e eu continuei assistindo, até que eu me vi rindo muito das várias cenas e achei a coisa mais gostosa de se asssistir!

Deve ser o charme de Jean Dujardin ou o carisma de Bérénice Bejo, ou de repente a magia do enredo, mas eu sei que fiquei presa a história e chorei e ri, tudo ao mesmo tempo!

É incrível como são bons atores, como conseguem passar com expressões faciais e corporais tudo aquilo que sentem e pensam, é como se falassem, e é verdade, as imagens falam!

A cada cena que passa você segura a respiração para saber o que virá, cada agonia na vida de George Valentin (Dujardin) é como se fosse em sua própria vida!

É uma comédia, é um drama, é tudo junto. Produção francesa e americana do Diretor Michel Hazanavicius, venceu 5 Oscars e 3 Globos de Ouro, incluindo melhor filme e melhor ator para Dujardin. Completamente original, Michel conseguiu trazer a magia dos cinemas dos anos 20, para os anos 2000, e de uma forma tão simples que surpreende!

O Artista” conta a história de George Valentin (Dujardin), ator célebre da época dos filmes mudos, em transição para filmes sonorosValentin não aceita essa reviravolta no mundo do cinema e passa por poucas e boas. Enquanto ele some das telas devido à seu orgulho, Peppy Miller (Bérénice Bejo), sua fã,  triunfa em Hollywood, fazendo de sua voz um “Q” a mais no universo cinematográfico.

O filme se passa no período entre 1929 e 1932, em que muitos atores de sucesso foram à falência devido a resistência à mudança e a quebra da bolsa de Nova York que causou pandemônios na economia.

Deve ter sido um sonho fazer este papel no filme, viver uma grande atriz dos tempos aúreos do cinema! O figurino de Peppy é extremamente elegante e fino, não há uma peça que eu não tenha amado e desejado!!!

A história mostra o deslumbramento de uma jovem no mundo novo dos cinemas em contraste com a decadência que algumas mudanças não aceitas podem trazer para nossas vidas. O filme nos conta sobre amizade, caridade, orgulho e sobretudo sobre paixão, paixão pela arte, pela vida, pelo que se faz e por uma pessoa.

É de se deleitar e aprender muito com esta história.

Dujardin e Bejo provaram que ainda existem grandes atores, tão flexíveis que podem nos fazer gargalhar e chorar sem proferir uma palavra sequer. E este filme já é um de meus preferidos!

Beijos, Vivianne Becker

Anúncios

4 Respostas to “Mania de Pipoca: O Artista”

  1. coqueluxos março 26, 2012 às 12:27 am #

    Vivi, quero muito assistir este filem… bjokas

  2. Ms B. BAD março 26, 2012 às 3:00 am #

    this time period looked so fabulous!!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: